Tessaro é investigado por suposto enriquecimento ilícito


- 9 de julho de 2018.
Destaques

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) reabriu um processo para investigar o vereador Amarildo Tessaro, do PSDB, por suposto enriquecimento ilícito entre os anos de 2008 e 2010, quando esteve à frente da Secretaria de Infraestrutura. Em maio de 2015, após uma denúncia anônima feita à Ouvidoria do órgão, o MPSC abriu procedimento para investigar o vereador.

Segundo a denúncia, ele teria acumulado patrimônio incompatível com a renda entre os anos de 2008 a 2010, adquirindo veículos como motos, carros, caminhonetes e caminhões e também um estabelecimento comercial.

Inicialmente, o MPSC solicitou informações junto à Ciretran de Caçador e ao Cartório de Registro de Imóveis para averiguar os bens que se encontravam em nome do vereador, concluindo que não foi possível constatar ato de improbidade administrativa que implicasse em enriquecimento ilícito, por isso foi determinado o arquivamento da investigação por falta de provas.

Tessaro foi denunciado por suspeita de ter recebido propina de uma empresa situada no município de Pato Branco (PR), que realizava o conserto de máquinas pesadas na Prefeitura de Caçador.

Na denúncia consta ainda o nome de outro servidor, D.R.F., o qual também é suspeito de ter recebido propina. Segundo a denúncia ele teria se apropriado de milhares de metros cúbicos de pedra brita que sobrou do asfalto entre Caçador e Macieira, realizando posteriormente a venda para uma empresa de material de construção de Caçador.

 

Reabertura de investigação

Dois anos após a abertura do primeiro inquérito, em agosto de 2017, através de representação enviada à Juíza Eleitoral, o MPSC reabriu a investigação por suposto enriquecimento ilícito contra Tessaro. Foi solicitado ao Detran informações referentes aos proprietários dos veículos averiguados durante a investigação. Ao Registro de Imóveis foi requerido informações referentes a possíveis imóveis registrados em nome do investigado.

 

De volta à Pasta

Na sessão da Câmara de Vereadores do dia 3 de julho, Tessaro confirmou sua saída da Câmara Municipal para assumir novamente a Secretaria de Infraestrutura.

A assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Caçador não retornou os contatos para se manifestar sobre o caso.

Matéria atualizada às 10:00hs (17/07/2018)