Entrevista com Eliane Marins, do Muda Caçador


- 15 de janeiro de 2019.
Destaques
, , , , ,

Ela é conhecida pelo empenho e doação de seu tempo na fiscalização dos atos dos vereadores da cidade em prol da transparência e do respeito ao dinheiro público. Há alguns anos militando na causa, a cidadã Eliane Marins pretende endurecer a fiscalização dos atos do poder legislativo e do poder executivo municipais com a criação de uma associação para esse fim. A ideia surgiu ano passado e o projeto de formalização da associação junto aos órgãos competentes está em trâmite. A representatividade de uma associação tem um peso maior que a de uma pessoa física. Traduzindo de forma simples, seria dizer que ‘a união faz a força’. E uma das suas principais ações está na luta pela redução dos salários dos vereadores, que ela resumiu numa breve entrevista.

Em entrevista concedida ao O JORNAL SC, Eliane Marins comenta sobre o projeto de lei que pretende reduzir o subsídio dos vereadores caçadorenses. Ela comenta de onde surgiu a ideia, um pouco da trajetória e a finalidade. O projeto de lei visa reduzir para quatro salários mínimos a remuneração dos vereadores, que é o mínimo permitido por lei.

Atualmente o valor é de R$ 9.851,45 mensais, segundo a transparência da Câmara de Vereadores.

 

O JORNAL SC: A algum tempo existe o projeto de lei, o qual você deu origem, de onde surgiu essa ideia?

ELIANE: Em função da minha atuação nas redes sociais na época, algumas pessoas começaram a me questionar sobre essa possibilidade. Éramos acusados de nos preocupar apenas com as questões do governo federal.

 

O JORNAL SC: As pessoas em sua maioria acreditam que os salários dos políticos devem ser reduzidos, você espera uma boa adesão popular ao projeto?

ELIANE: Uma grande maioria é favorável a redução do salário dos vereadores. O Brasil pede maior responsabilidade com o dinheiro público, e estamos vivenciando na nossa cidade uma situação caótica no que se refere ao endividamento da Prefeitura, se estamos nessa situação foi com a conivência da Câmara de Vereadores, que aprovou e ainda aprova novos gastos.

Caçador esteve sempre presente nas manifestações de rua, isso é demonstração de que acompanha as lutas pelas mudanças que se fazem necessárias. Quando dei início ao projeto inúmeras pessoas se mobilizaram e conseguimos cerca de 5 mil assinaturas, porém, para que possamos dar entrada precisamos de 2.800 assinaturas com o número do título de eleitor, o que dificulta, já que não é comum as pessoas portarem o documento.

 

O JORNAL SC: Onde, em sua opinião poderia ser utilizado o dinheiro economizado?

ELIANE MARINS: A Câmara quando devolve valores para a prefeitura não tem como exigir onde o dinheiro deve ser aplicado, infelizmente. Creio que como prioridade absoluta deveriam providenciar mais conforto aos doentes quando precisam se deslocar para outras cidades, e ter funcionários para a entrega do exame requisitado. É inadmissível o próprio paciente, as vezes debilitado, fazer o percurso apenas para entregar ao médico.

Também acho que deveria ser criada uma clínica para atender idosos com doenças degenerativas, uma de hemodiálise e ampliar o atendimento na Casa Lar que faz um trabalho de referência nos cuidados, organização e etc.

 

O JORNAL SC: Existe alguma pretensão política de sua parte ao criar esse movimento?

ELIANE: Desde que comecei a participar nas manifestações e em redes sociais surgiu essa dúvida. Não estranho; porque é recorrente este caminho que seguem. Recebi nas eleições passadas alguns convites, mas rejeitei. O voluntariado é real no seu mais amplo significado quando se desprende de interesses que não seja o bem comum. Não, eu não tenho pretensões de me candidatar, tampouco estar em cargos. Gosto do que faço, dou o que posso e tenha a minha vida particular para administrar.

 

O JORNAL SC: Acredita que os vereadores irão votar majoritariamente pela redução? O projeto conta com o patrocínio de algum partido, entidade ou empresa?

ELIANE: Em 5 anos de lutas, mudamos a direção do Brasil e como resultado tivemos a politização do brasileiro, esta conscientização de que mesmo escolhendo nossos representantes, temos a obrigação de acompanhar como nos representam nas votações de projetos.

Acompanhando a Câmara nesses dois anos percebi muitas mudanças de posições e comportamentos, o que já foi um grande avanço. Se compararmos com os gastos de gestões anteriores, hoje estaríamos gastando mais de 7 milhões anuais, houve uma redução significativa, mas se compararmos com as outras Câmaras ainda é muito grande.

Quanto a redução de salários, acredito que vai depender da pressão popular, 3 vereadores já assinaram e se comprometeram por ela; Itacir Fically, Sirley Cecatto e Márcio JF.

O projeto não tem ligação com partidos ou o que quer que seja, eu mesma financiei as folhas no princípio, depois algumas empresas tiraram xerox para coleta. Recebi uma ajuda inusitada na época, fui ganhadora de uma rifa no valor de R$ 500,00 e cerca do mesmo valor foi doado para divulgação em carros e som. O grande problema nesse trabalho, e que muito me entristece foram as pessoas que pegaram as folhas e até hoje não devolveram.

 

O JORNAL SC: A Câmara de Vereadores gasta mais de 4 milhões anualmente, você acredita que além do subsidio é possível economizar em mais algum aspecto? Qual?

ELIANE: Sim, em todos os aspectos, basta ver a Câmara de Videira que gasta em torno de 1,3 milhões.

 

 

O JORNAL SC: Qual o nome da associação?

ELIANE: Associação Comunitária de Justiça e Cidadania – ACJC

 

 

O JORNAL SC: Qual a finalidade da ACJC?

ELIANE: Ela vai defender os interesses dos cidadãos.

 

 

O JORNAL SC: Para finalizar você gostaria de deixar uma mensagem aos cidadãos caçadorenses?

ELIANE: Lutar sempre, desistir jamais!



12 respostas para “Entrevista com Eliane Marins, do Muda Caçador”

  1. Jura Manfroi disse:

    Por mais pessoas assim, como você ELIANE!! PARABÉNS!!

  2. Luiz disse:

    Parabéns Eliane….espero que muitas pessoas abracem a causa e não te deixem sozinha.

  3. Vera Schaitel disse:

    Parabéns Eliane você nos representa …

  4. Jucenê disse:

    Parabéns Eliane! Fiscalizando sempre em prol da População

  5. eliane marins disse:

    Obrigada amiga!!! Juntos somos mais fortes!!

  6. Max Correa disse:

    Eliane Parabéns pela inciativa, empenho e dedicação pelo próximo!! 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻🙏🙏🙏🙏🙏🙏🙏

  7. José Pedro Baptista Pinto disse:

    Eliane parabéns eu tbm sou a favor da redução já que o trabalho dos vereadores não é compatível com os interesses da comunidade sendo que seus votos quase sempre individa o município prejudicando a população parabéns Eliane só vejo que teríamos que votar através das redes sociais teria uma repercussão muito maior e acho que tem como fazer sim!

  8. Silvana Roberto disse:

    Parabéns Eliane! Lutar pelo bem comum é a maior prova de amor ao semelhante. Deus abençoe a associação.

  9. Gostaria de assinar , aonde está á lista

  10. Andressa Monteiro disse:

    Parabéns tbm acho que dá reduzir os gastos na câmera

  11. eliane marins disse:

    Oi Pedro! Seria muito interessante fazermos este trabalho de assinatura pela internet tbem! Vou ver se aceitam na câmara! Obrigada amigo!

  12. eliane marins disse:

    BOM DIA! Obrigada a todos pelas palavras de incentivo!!! Julio.. acabei de deixar algumas folhas com o André na padaria Caramelo Café ao lado do posto Cury aqui na parte baixa da avenida depois da ponte! Quem se dispuser agradeço! Lembrando que precisa o numero do titulo de eleitor!!!